COCAL DO SUL Previsão do Tempo
caderneta de vacinacao como e onde conseguir o documento vacina4
© Polyanna Monteiro - Ascom Maceió
Saúde

CADERNETA DE VACINAÇÃO: Como e onde conseguir o documento

A Caderneta de Vacinação é um documento importante, individual e que comprova a situação vacinal das crianças e adolescentes. Os pais devem ficar atentos a caderneta de seus filhos para mantê-la atualizada.

A Caderneta de Vacinação é um documento individual que os profissionais de saúde usam para acompanhar todo o histórico vacinal de cada brasileiro. Além disso, permite aos pais e responsáveis o acompanhamento e controle sobre as vacinas e situação vacinal de seus filhos, até mesmo, a sua. O documento possibilita também a avaliação de quais vacinas ainda faltam receber, especialmente aquelas que precisam de mais de uma dose.

O pediatra Henrique ressalta: é preciso que pais e mães mantenham a caderneta de vacinação de seus filhos atualizada.

“Ela [caderneta] é adquirida na rede pública de saúde, aqueles pacientes que nasceram em hospital público já saem com a caderneta. É importante falar também que no site do Ministério da Saúde tem a carteira de vacinação tanto para o sexo masculino quanto para o feminino. É importante manter atualizada para não surgirem novas doenças, quando tem uma baixa adesão em vacinação, acaba tendo ressurgimento dessas doenças, a exemplo, o sarampo, porque quanto mais pessoas não vacinadas mais o vírus vai estar circulando entre a população.

Em caso de perda da Caderneta de Vacinação, o Ministério da Saúde recomenda que o indivíduo procure pelo posto de saúde onde habitualmente recebe as vacinas para o resgate do histórico de vacinação e fazer a segunda via do documento. 

Pais e responsáveis por crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, a dica é aproveitar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação, que acontece até o dia 9 de setembro para atualizar a caderneta de vacinação. Não percam mais essa oportunidade!

Além da proteção contra a Poliomielite, serão ofertadas vacinas contra doenças como sarampo, caxumba, rubéola, hepatite A, febre Amarela, HPV e outras. Essa é uma oportunidade para atualizar as cadernetas de vacinação, proteger as crianças e os adolescentes, reduzindo o risco da ocorrência de doenças imunopreveníveis no Brasil.

Saiba mais:

Por Brasil 61